Destaque:
Procure por Tag:

Como expandir sua criatividade

1/10
Please reload

Mitos e verdades sobre a caspa

22/06/2015

Não dá para acreditar em tudo o que se escuta por aí… Descobrimos o que de fato funciona quando o assunto é caspa e, principalmente, como prevenir e tratar esse mal.

 

 

Existe coisa mais chata do que ver nosso cabelo cheio de pontos brancos? Pode até existir, mas a descamação do couro cabeludo está entre os principais incômodos dos brasileiros quando o assunto é cabelo. Não é para menos, vai: dá coceira, suja a roupa e ainda dá uma aparência de falta de higiene (o que você pode esquecer desde já, ok?). A descamação é desencadeada por stress, fatores hormonais, e mudanças bruscas no clima — no inverno, por exemplo, a tendência é que o problema se agrave devido à baixa temperatura. E não tem preferência quanto ao tipo de cabelo: pode surgir tanto em fios secos como oleosos.

O problema, como muitos acreditam, não é apenas masculino, e atinge 39% das mulheres ao menos uma vez ao ano, segundo um levantamento feito pela Unilever. Por isso, pedimos à dermatologista de Recife, Cláudia Magalhães que desvendasse os mitos e verdades da caspa. A boa notícia é que dá, sim, para acabar com ela.

 

Dormir com o cabelo molhado favorece o surgimento
MITO. “O cabelo adequadamente lavado, com água morna, elimina a oleosidade do couro cabeludo, principal causador do problema”, diz a dermatologista. Só tome cuidado para não abafar a região que, quando úmida, fica mais vulnerável ao surgimento de fungos e bactérias, levando a queda excessiva dos fios.

 

O ideal para reduzir a caspa é alternar o uso de um xampu anticaspa com um comum
½ MITO ½ VERDADE. O tratamento ideal para controlar as lesões é alternar dois ou três xampus anticaspa de marcas diferentes na primeira lavada e, só então, na segunda, lavar as madeixas com xampu normal. “Os produtos anticaspa geralmente funcionam, pois contêm em sua composição princípios ativos que diminuem a divisão celular, como cetoconazol e zinco”, diz Cláudia. Os condicionadores só devem ser usados nas pontas dos cabelos para não aumentarem a oleosidade do couro cabeludo.

 

Existem dois tipos de caspas
MITO. O que existe são diferentes intensidades das lesões. Quem tem o couro cabeludo seco, a descamação vira pequenos pontinhos brancos presos aos fios. Já o nos mais oleosos, elas aparecem em forma de pequenas placas de pele que ficam grudadas na região por causa do excesso de óleo. E mais: a dermatite seborroica não se manifesta necessariamente na cabeça. Ela também pode estar presente no colo, nas costas e interior das orelhas.

 

Não existe cura definitiva
VERDADE. Mas não precisa se desesperar. A caspa pode ser controlada por meio de xampus e loções capilares à base de ativos que reduzem a oleosidade e a descamação. Uma vez que o problema pode se agravar diante de situações de stress emocional ou mudanças hormonais, aqui vão duas dicas importantes para amenizar o problema capilar:

1. lave o cabelo diariamente para eliminar as casquinhas já soltas durante o banho; 

2. tente relaxar corpo e mente. Além de melhorar a aparência dos fios, a saúde e o equilíbrio de todo o corpo também agradecem!

 

matéria do site:  www.fabianascaranzi.com.br

 

 

 

Tags:

Please reload