Formas simples de autocuidado


autocuidado é um dos pilares fundamentais do nosso bem-estar e nos últimos tempos temos assistido a um boom no que diz respeito ao mesmo, parece que cuidar de nós deixou de ser simples. Eu acredito que o autocuidado pode ser algo diário, simples e fácil de por em prática no estilo de vida mais acelerado que caracteriza os tempos modernos. Queres saber como?

Convido-te a continuar a ler o presente artigo. Mas comecemos pelo princípio:

O que é o autocuidado?

O autocuidado é o conjunto de ações diárias que fazemos em benefício do nosso próprio bem-estar e consequentemente da nossa saúde. E aqui começa a “magia da simplificação, pois o que entendemos como bem-estar varia de pessoa para pessoa, ou seja, o autocuidado pode significar coisas diferentes para diferentes pessoas, não havendo certos ou errados!

Autocuidado não é egoísmo

É importante salientar que o autocuidado não é egoísmo. O autocuidado é cuidar de nós mesmas com foco no nosso bem-estar e não está relacionado ao egoísmo, são conceitos diferentes.

O egoísmo a atitude de uma pessoa colocar os seus interesses e opiniões em primeiro lugar, em detrimento do bem-estar das outras pessoas.

Benefícios do autocuidado

Antes de percebermos como podemos praticá-lo de forma simples, vejamos quais os benefícios da sua prática regular:

  • Melhora a autoestima e autoconfiança;

  • Aumenta a criatividade e a produtividade;

  • Ajuda a controlar a ansiedade;

  • Desenvolve o autoconhecimento;

  • Menos stress;

  • Melhor saúde física, mental e emocional;

  • Maior sensação de bem-estar no dia a dia.


Formas simples de praticar o autocuidado

Vejamos agora como podemos praticar o autocuidado de forma bem simples e enquadrada no nosso dia-a-dia, sem que seja uma obrigação, mas sim um prazer que nos traz benefícios a vários níveis:

  • Dormir bem;

  • Alongar o corpo;

  • Fazer exercício físico;

  • Dizer não ao que não faz sentido;

  • Passar tempo na natureza;

  • Ir ao médico com regularidade;

  • Ter bons hábitos de higiene com o corpo;

  • Definir os nossos limites;

  • Comer bem;

  • Abraçar mais;

  • Viver num ambiente limpo e arejado;

  • Afastar-nos de pessoas tóxicas;

  • Divertir-nos;

  • Valorizar-nos e acreditar em nós;

  • Aceitarmo-nos como somos;

  • Aprender de forma contínua;

  • Organizar o espaço que nos rodeia.

E com estes exemplos simples, quero reforçar que o autocuidado não é (SÓ) ir ao SPA, fazer as unhas, cuidar do cabelo e da pele, o autocuidado é tudo o que nós fazemos, por mais simples e básico que pareça, mas que tem como objetivo melhorar o nosso bem-estar.

Como começar?

Se te puder dar uma única dica é parar, olhar para ti, refletir e identificar o que mais te faz feliz, o que mais contribui para o teu bem-estar e logo para a tua saúde.

Quando tiveres identificado o que te faz bem, começa aos poucos a incluir essas tarefas no teu dia-a-dia, planeia-as e inclui-as na tua agenda.

Convido-te ainda a te juntares ao meu Programa EVOLUIR, um programa mensal para a implementação e consolidação de hábitos, onde encontras uma comunidade de mulheres que procuram ser a sua melhor versão, sempre sem complicação e simplificando o dia-a-dia – mais informações aqui ou por email para info@claudiaganhao.pt.



 

Fonte:


https://claudiaganhao.pt/


https://www.instagram.com/claudia_ganhao/


 


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo