Destaque:
Procure por Tag:

Como expandir sua criatividade

1/10
Please reload

Pílula: Yasmin, Diane 35, Selene e outras Ginecologista esclarece como funciona cada tipo de pílula anticoncepcional - por Mariana Bueno.

04/05/2015

 As pílulas anticoncepcionais são um dos métodos preferidos das mulheres na hora de se prevenirem contra a gravidez. Existem diversos tipos diferentes e o que faz bem para uma pessoa nem sempre faz bem para outra. Os efeitos variam especialmente por causa dos hormônios. “Pílulas anticoncepcionais são medicamentos compostos por hormônios sintéticos parecidos com os hormônios naturais estrogênio e progesterona, produzidos pelos ovários”, explica a ginecologista Marilda Plácido, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase).

 

Existe uma quantidade enorme de pílulas, muitas similares entre si, com a mesma composição, mas de laboratórios diferentes e com preços que também variam, e existem também medicamentos genéricos. Mas como agem no corpo Yasmin, Diane 35, Selene e outras marcas usadas pelas mulheres? Listamos algumas das pílulas mais conhecidas e a ginecologista falou um pouco sobre cada uma delas. Confira:

 

Diane 35

Melhora a acne e o excesso de pelos. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Elani Ciclo

Possui um tipo de progestágeno que se aproxima muito do natural, por isso tem menos efeitos colaterais. Também ajuda a melhorar acne e excesso de pelos. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Yasmin

Assim como a Elani Ciclo, possui progestágeno que se aproxima do natural e tem menos efeitos colaterais. Também é uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Yas

Possui menos estrógeno na composição. A cartela tem 24 comprimidos e são quatro dias de intervalo.

 

Selene

Tem a mesma composição e efeitos que a pílula Diane. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Siblima

A dosagem de estrógeno é menor, por isso são mais comprimidos. A cartela vem com 24 e são 4 dias de intervalo.

 

Diminut

Possui uma dosagem hormonal mais baixa. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Mercilon

É uma cartela com 28 comprimidos de uso contínuo e a mulher não menstrua. A dosagem de estrógeno é mais baixa.

 

Tamisa

Tem a mesma composição que a Siblima. A dosagem de estrógeno pode ser de 20 ou 30, dependendo da resposta da paciente. Quando a dose é muito baixa, algumas pessoas apresentam sangramento, por isso precisa aumentar. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Cerazette

Não é uma pílula combinada, possui apenas progestágeno. Ideal para quem tem risco de tromboembolia, como as fumantes. É de uso contínuo, a cartela tem 28 comprimidos e a pessoa não menstrua.

 

Allestra 20 ou 30

Assim como a Tamisa, possui dosagens diferentes de estrógeno, dependendo do caso de cada paciente. É uma cartela com 21 comprimidos e sete dias de intervalo.

 

Matéria do site: www.bolsademulher.com

Tags:

Please reload